top of page

O JOGO DE ALOBAÇA

cebolas para realizar o jogo de alobaça

São muitas as explicações sobre a origem do Jogo da alobaça (jogo da cebola). Dentre elas, está a que mais me agrada, que é o fato desse jogo ter sido praticado pelos ancestrais Caboclos Juremeiros, passando de geração em geração, até os dias de hoje.

Nesse jogo é usado uma cebola com casca, partida ao meio, e lançada sobre um pano branco, que tem ao seu lado uma vela acesa e um copo com água, consagrados ao Caboclo do sacerdote ou do filho de santo, que irá jogar. É através da alobaça, que temos a confirmação, ou não, de uma oferenda feita em camarinhas, deitadas e assentamentos. Como também, a resposta que buscamos para algum investimento, viagem e outras dúvidas.

Antes de lançar a alobaça, a pessoa que irá pedir a confirmação de uma obrigação, ou uma resposta para algo que deseja fazer, precisa ter tomado seu banho de ervas, segurar a cebola partida, nas mãos, fazer a pergunta em pensamento e interpretar as caídas: duas bandas para cima, a resposta é afirmativa. Sim, a oferenda ou algo que deseja fazer está correto. Se uma banda cair pra cima e outra pra baixo, a resposta é indefinida e neste caso, é necessário observar o que pode estar faltando na obrigação, e no caso de uma pergunta para outros fins, a pergunta pode não ter sido bem formulada. Há necessidade de uma nova jogada, nesse caso, com outra cebola. O mesmo acontece quando as duas bandas caem para baixo, representando uma resposta negativa. Nova jogada deverá ser feita. Lembrando aqui, que não se deve fazer mais de três jogadas, caso a resposta seja negativa. Deve-se buscar o entendimento dessa resposta negativa e aguardar pelo menos 24 horas para uma nova consulta.


165 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

O OROBÔ

2 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Patricia Martiliano
Patricia Martiliano
Feb 28
Rated 5 out of 5 stars.

Eu amo o seu conteúdo, uma umbanda com fundamento e história. Parabéns 👏👏👏

Like
Luiz de Miranda
Luiz de Miranda
Feb 28
Replying to

Q bom poder falar de Umbanda pra vcs. Muito obrigado, filha

Like
bottom of page